Catégories
Uncategorized

« SOTAQUES » o retorno

“SOTAQUES” Espetáculo idealizado pelo português Rogério Charraz e a brasileira Sílvia Nazário, retorna depois de dois anos.

 

“SOTAQUES”  Espetáculo idealizado pelo português  Rogério Charraz e a brasileira Sílvia Nazário, retorna depois de dois anos.

Em Novembro de 2009, um público formado, por amigos, fãs e admiradores da música luso-brasileira, aplaudiram pela primeira vez na Casa América Latina; “ SOTQUES”.

O tempo passou, o projeto ganhou uma “roupagem nova” e voltou, voltou com um belíssimo e emocionante repertório, cantando e contado a história de grandes compositores e cantores portugueses e brasileiros que deixaram seu legado para o mundo da música.

Entre os destaques da noite, foi lembrado e homenageado pelos artistas do projetos “SOTAQUES” três grandes ícones da música portuguesa; o compositor José Manuel Cerqueira Afonso dos Santos, conhecido por Zeca Afonso e a fadista,   cantora e actriz  Amália da Piedade Rodrigues e o pianista Bernardo Sussetti.

Amália Rodrigues, foi homenageada com um FADO na voz da brasileira,  Sílvia Nazário,  “ Saudades do Brasil em Portugal”  “… sal das minhas lágrimas de amor. Criou o mar que existe entre nós dois. Para nos unir e separar…”.  Imortal brasileiro Vinicius de Morais

Além de Vinicius de Moraes, “SOTAQUES” homenageou o grande precursor do forró brasileiro. O rei do baião Luiz Ganzaga, no ano do centenário de seu nascimento.

Os artistas do projeto  “ SOTAQUES”:  Sílvia Nazário – Voz, Rogério Charraz – Voz e Violão, Cláudio Kumar – Guitarra, João Balão – Percussão e Cavaquinho, Carlos Lopes – Acordeão, agraciaram seus convidados com um espetáculo magnífico e foram aplaudidos de pé por uma plateia desejosa, que o espectáculo volte aos palcos  em breve. 

 

Para cantora, compositora e escritora brasileira Sílvia Nazário a volta do “SOTAQUES”  foi um grande presente, chegou num momento especial.”Este é um momento especial … precisamos partilhar…que o mar não seja para separar, mas para unir. O prazer de estarmos construindo juntos, brasileiros e portugueses, que os dois lados sejam uma coisa só…unido pela arte…pela música…pelo sentimento…que todos os seres humanos tenham um só sentimento…paz, doçura e gratidão. Os sentimentos não têm nacionalidade”. 

Para Rogério Charraz o “SOTAQUES” chegou para mostrar ao público um novo repertório, novos músicos. “ Ficamos muito tempo nos dedicando para este retorno, refizemos o repertório…focando mais música de raiz, temos novos músicos. Estamos felizes com o resultado e em breve vamos fazer novas apresentações”. 

Laisser un commentaire

Votre adresse de messagerie ne sera pas publiée. Les champs obligatoires sont indiqués avec *