3-3 vitória contra a pobreza

7º Jogo Contra a Pobreza, a favor das vitimas do Haiti

[caption id="attachment_1197" align="alignright" width="190" caption="Collina, Pauleta, Luisão e Káká"][/caption] Minutos antes do “Jogo Contra a Pobreza”, no Estádio da Luz, segunda-feira (25), em Lisboa, uma comitiva formada por Bruce Jenks, do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), Wilfried Lemke, da Organização das Nações Unidas (ONU), Zidane, Eusébio, Rui Costa, Luis Filipe Vieira, Presidente do Benfica e o brasileiro Káká, falaram da importância de realizar um evento em benefício de um povo. Káká foi um dos mais solicitados pelos jornalistas sobre a sua participação no jogo: “Para mim é um grande prazer poder estar participando deste evento, fazendo do esporte um meio, junto com todos os colegas, e assim poder ajudar as pessoas”. O secretário-geral da ONU, Ban Kin-Moon, afimou que “o Jogo Contra [caption id="attachment_1198" align="alignleft" width="383" caption=""fazer do esporte um meio para ajudar as pessoas""][/caption] a Pobreza mostra, cada vez mais, que os atletas, a família das Nações Unidas e o mundo do desporto podem trabalhar em conjunto em prol dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio e da construção de um mundo melhor. Num jogo como este, todos saímos vencedores”, declarou Ban Kin-Moon. Em seguida, todos se dirigiram para o relvado, onde mais de 50 mil pessoas esperavam para assistir à sétima edição do “Jogo Contra Pobreza”, entre as equipes de Zinedine Zidane & Amigos e os Benfica All Stars. A presença da comunidade brasileira foi bem expressiva, marcada pela exibição de bandeiras verde-amarelas e aplausos aos jogadores do Brasil. [caption id="attachment_1199" align="alignright" width="298" caption="Zinedine Zidane & Friends"][/caption] O jogo saiu empatado 3-3 e contou com a presença de várias estrelas do futebol mundial, entre elas o árbitro italiano Pierluigi Collina, os jogadores Zidane, Figo, Pauleta, Fernando Couto, Thierry Henry, e muitos brasileiros, entre eles Digão, Éder Luís, Luisão, Mozer e Káká, que veio diretamente de Madrid para participar do evento beneficente a favor das vítimas do terramoto do Haiti, que em edições anteriores arrecadou mais de 2 milhões de euros. Káká foi o primeiro a marcar, seguido de dois golos de Nuno Gomes pela equipa da casa, cabendo a Robert Pires repor o empate, já no segundo tempo. O brasileiro Éder Luís voltou a desequilibrar o resultado, deixando ao indiano Buthia a missão de empatar o encontro. Participaram ainda o ator português que tanto sucesso tem feito nas novelas brasileiras, Ricardo Pereira, e o recordista mundial de atletismo, nigeriano naturalizado português, Francis Obikwelu, além dos haitianos Joseph Peterson e Jean Sony, que jogam em Portugal. Além da partida de futebol, a noite no Estádio da Luz contou com a presença da fadista Kátia Guerreiro, que cantou um fado e os parabéns ao ex-jogador do Benfica, o internacionalmente famoso Eusébio, que comemorou 68 anos.
(fotos João Teixeira)


culturabrazileuropa@gmail.com

  • Partilhar no Facebook


Video

Publicidade